terça-feira, 15 de setembro de 2009

Interesses especiais

O presidente Barack Obama está mesmo procurando sarna pra se coçar. Eleito o primeiro Presidente Negro dos EUA, Obama resolveu mexer com os brios da elite americana ao tentar reformular o sistema de saúde no País. Obama, ao se referir aos que protestam contra as medidas - usou uma frase inteligente: “são grupos com interesses especiais que são contra as mudanças”.

E como esses grupos com interesses especiais citados por Obama estão sempre presentes na vida das pessoas e não apenas nos Estados Unidos. Aqui mesmo em Campina Grande, no Compartimento da Borborema, esses grupos são bem identificados na oposição que se faz ao prefeito Veneziano Vital do Rêgo.

Vejamos os casos e as comparações que encontrei com os problemas já vivenciados com o new Presidente Obama e os assuntos da nossa Província Campina Grande.

Obama foi eleito com os votos não apenas da comunidade negra, mas também dos latinos, enfim, dos estrangeiros com nacionalidade americana. Ganhou simpatia daqueles que não concordam o encastelamento de grupos no poder e dos que são ávidos por mudanças que atinjam o coletivo e não apenas grupos.
Certamente vai esbarrar na oposição odienta lá no Congresso Americano. A elite entende que propiciar dias melhores para menos favorecidos implica em mudança de vida para esse grupo e para os que estão acima da pirâmide da vida social. Já imaginou mulatos e latinos circulando de Limusine na Times Square?

É a mesma coisa aqui no Brasil. A chamada elite, aquela que salários absurdos, não engole o Presidente Lula de jeito nenhum. A maioria prefere José Serra, que só defende agora o Programa Bolsa Família porque enxerga nessa iniciativa um grande potencial de votos.
Nunca que Serra seria favorável a um programa que daria a possibilidade de uma família humilde poder pelo menos ter a expectativa de uma vida melhor. Nunca! Aliás, Serra é mesmo a cara do PSDB, aqui e alhures. A caixa de ressonância da elite brasileira.

Em relação ao caso específico de Campina Grande, basta observar os projetos rejeitados pela oposição ao prefeito Veneziano Vital na Câmara Municipal. Esses vereadores integram, como bem disse Obama, os chamados ‘grupos com interesses especiais’. E esses interesses não se aproximam em nenhum instante com os interesses da coletividade.

São tantos os casos de reprovação de projetos de interesse do povo que muitos parlamentares temem circular em locais de grande movimentação. E não há justificativa plausível para rejeitar iniciativas como as criações das Secretarias de Ciência e Tecnologia, Agricultura e a Guarda Municipal. Até o Código Sanitário local esbarrou na visão míope da oposição.
Que bom seria se a oposição, aqui e nos EUA, observasse os interesses especiais do povo que nada tem a ver com ciúme eleitoral ou dor de cotovelo.

Cássio concorda
Recebi alguns recados agressivos por conta do comentário que fiz na coluna passada, especificamente em relação ao retorno do Senhor Cássio – direto dos States para a terrinha que lhe cassou o mandato de Governador. O próprio Cássio concordou com o meu raciocínio ao dizer que não consegue mais transferir votos em Campina como antes e que o quadro eleitoral na Paraíba, após a cassação, é outro. E é isso que admiro em Cássio. Um jovem inteligente e que reconhece a fragilidade do PSDB para enfrentar Maranhão ou Veneziano em 2010. O resto é sentimento de quem não entende que eleição se vence com partidos e muitos aliados.

Só o PB Agora
Apenas o site PBAgora, de Luiz Couto e Marcos Alfredo, acha que a decisão do Ministro Eros Grau pode beneficiar Cássio. Nada a ver, pois vale apenas para os processos que não foram originários nos TER’s, que não foi o caso da Paraíba. Os processos de Cássio nasceram aqui na Paraíba e resultaram em duas cassações.

2 comentários:

ANGELO disse...

e uma tremenda palhaçada o que os aliados de cassio cassado querem fazer em campina. hoje dia 19 o prefeito de joao pessoa o senhor ricardo coutinho esta na sab de santa rosa e num carro de som convocando a populaçao a se fazerem presente para o recepiciona-lo. o que é intrigante pois isso e uma afronta a justiçã um candidato fazer campanha fora de epoca e iludindo a população. daqui para 2010 muito disso ira ocorrer

Anônimo disse...

Como é que um jornalista chega as raias da loucura e do absurdo de comparar Obama com Veneziano....vc não acha que tá indo longe demais com essa sua babação...coitado do Obama