terça-feira, 4 de março de 2008

A Nova Campina que a oposição não enxerga – Parte I

Prometo que nesse espaço não farei mais referências a jornalistas. Espero que estes profissionais também não mais citem meu nome. E assumo isso porque não quero ficar batendo boca com colega de profissão. Então vamos falar de política, principalmente da política administrativa que tem feito de Campina uma cidade melhor pra se viver. E como Campina tem melhorado em cada bairro ou em cada esquina como queiram. Não um só bairro que não há uma ação desse Governo. Domingo passado fui até o novo Estádio Plínio Lemos, no nosso glorioso bairro de José Pinheiro, na zona leste da cidade. Vejam as fotos do novo estádio nesse blog. Uma beleza!

Fiquei impressionado com a beleza arquitetônica da obra e sua funcionalidade e os benefícios que terão os mais de 40 mil moradores daquela área. É um equipamento fantástico – o Shopping da Cidadania, como está sendo batizado.

A fachada do antigo Plínio Lemos foi preservada, mas tudo é novo. Nada sobrou do antigo prédio. Também não tinha o que recuperar, pois os prefeitos anteriores não trataram sequer de reparar o muro que estava pra cair.

O novo Plínio Lemos impressiona de verdade. Será inaugurado dia 14 de março com uma grande festa, à altura do merecimento dos moradores dos bairros de José Pinheiro, Monte Castelo, Nova Brasília, Vila Castelo Branco,. Santo Antônio e bairros próximos.

O ‘Shopping da Cidadania’ tem espaço pra tudo. Tem, obviamente, um campo de futebol. Afinal de contas, o velho Zepa tem revelado excelentes profissionais, como Marcelinho Paraíba, hoje atuando na Alemanha, e tantos outros.

Tenho a convicção de que a obra vai marcar definitivamente a gestão do prefeito Veneziano. E foi concebido num bairro constituído por pessoas de baixa renda, onde a juventude se ressentia de um espaço para lazer, entretenimento, cidadania e formação profissional. Lá os garotos e garotas poderão participar de escolinhas de futebol, brincar na pista de skate, jogar damas, vôlei de areia, se divertir pra valer nos playground’s; fazer caminhadas na pista de atletismo, conhecer um pouco do futebol no Memorial do Esporte; participar dos cursos de informática que serão gerenciados pela Amde; desfrutar do Ginásio Poliesportivo coberto; utilizar uma piscina coberta para fins terapêuticos e recreativos; além de se utilizar de serviços de saúde que existirão no próprio local. Ufa! É serviço que não acaba mais.

Acho que isso tudo responde ao Governador Cássio, que dias atrás havia dito na imprensa que não sabia o que estava sendo feito no Plínio Lemos, prometido por ele como sendo Centro Gregário, mas que se constituiu em mais uma promessa virtual, do seu grupo.

Mas o prefeito não é o único responsável pelo Plínio Lemos. São muitas as pessoas que lutaram por esse estádio, como o vereador Olimpio Oliveira, morador do bairro; o secretário de Planejamento, Érico Miranda, um dos grandes entusiastas do desenvolvimento desta cidade, e o próprio povo da Zona Leste, que sabe reconhecer que a região é um local melhor pra ser viver somente após a gestão Veneziano. Afinal de contas, além do Plínio Lemos, foram muitas as ruas asfaltadas ou calçadas, além da implantação de Unidades de Saúde, reforma de escolas, implantação de Farmácia Popular, da Cozinha Comunitária, dentre outros serviços.

Ma próxima coluna farei referências a outras áreas beneficiadas pelo atual Governo, partido agora para bo bairro de Santa Rosa. Até a próxima!

2 comentários:

pedrofreirefilho disse...

E dizem que Veneziano nada fez... Quanta ingnorância!

Anônimo disse...

Eu vou pertubar vcs. até dizer basta. Te cuida Josué do Rego.