terça-feira, 11 de março de 2008

Panfleto denuncia armação contra Veneziano

Está circulando na cidade um panfleto denominado "Campina Urgente" provando a armação que foi urdida em escritório de advocacia contra o prefeito Veneziano Vital. Coisa de quem está desesperado mesmo, com a corda no pescoço. Campina não vai acreditar nessa farsa, afinal de contas, os acusadores enfrentam sérios problemas nas barras da Justiça.

O material, que foi visto sendo distribuído em vários pontos da cidade, relata que o acusador de Veneziano. o sr. Erton Linhares, fez acordo com esquema ligado ao Governo do Estado para fazer a denúncia contra o prefeito, uma atitude deplorável, caso essa afirmação seja mesmo verdadeira.


A denúncia é grave e os fatos devemn ser apurados, já que não se pode acusar um administrador dessa forma, tudo porque um grupo político está em maus lencóis, com problemas na Justiça Eleitoral, no Supremo Tribunal Federal, na Polícia Federal - casos FAC, venda de óculos e Operação Confraria.


Pelo que se observa, a oposição, até de forma inteligente, armaou o seguinte esquema, que deve ter sido deliberado no tal escritório de advocacia que Veneziano registrou em entrevista: "como estamos todos em situação delicada, nosso chefe maior prester a deixar o poder, e támbém com o pé na cova com problemas judiciais, o jeito é tentar passar para a opinião pública que Veneziano também é sujo".


A estratégia, pelo que soube, saria mais ou menos assim: uma tentativa de confundir a opinião púiblica que não é esclarecida e conquistar alguns votos para Rômulo Gouveia. Pode até dar certo em algumas áreas da cidade, mas o povo que elegeu Veneziano e tantos outros que percebem que Campina é uma nova cidade, melhor pra se viver, não se deixarão levar por essas armações. Com certeza vão manter o voto em nome de um projeto maior... podem ter certeza disso. O resto é mentira de quem não tem compromisso por essa cidade e só.


Confira abaixo a conversa tida pelo Sr. Erton com pessoa ligada ao Governo do Estado, de acordo com deúncia apresentada pelo prefeito Veneziano, no último dia 10, no Ipsem.


5 comentários:

pedrofreirefilho disse...

Uma coisa é preciso deixar claro nessa história: a comprovação de que não existiu emissão de nota fria nem negociata com o dinheiro do povo. Até prova m contrário, acredito no prefeito Veneziano Vital.

Anônimo disse...

Vc. não tem "pareia", vc. é ímpar... rsrsrsrsrsrsrs.
Como é que uma pessoa pode ser tão "lunático" como vc. Josué Cardoso?
Meu Deus! vc. tá precisando de tratamento psiquiatrico!!! Urgente!!!

Anônimo disse...

Pedro Freire vai na Procuradoria Geral do Estado e pede prá ver se são "notas frias" ou não?
Lá está a prova, documental, eu disse DOCUMENTAL e não prova ORAL como quer Veneziano!!!

Anônimo disse...

João Dantas (anônimo)vai terminar morrendo do coração...

sergio.abajur disse...

veneziano esta assaltando campina grande
so quem esta no seu esquema defende um prefeito assim.
vamos ver as coisas pelos olhos od povo.
chega de defender gente que quer ser grande!!!
roubou tem que pagar pelo erro. se o pagamento e ficar fora da prefeitura que seja feita a vontade da justica.