segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Pra rico comemorar

Foi muito bom ver Valdeno Brito (foto) brilhar na Corrida do Milhão, embora se trate de um esporte de ricos (Stock Car), patrocinado por grandes grupos empresariais e que não condiz muito bem com as atividades esportivas da grande maioria da população. Pelo menos, desta vez, a Paraíba não foi ‘implodida’ pela grande mídia. Que bom mesmo, porque de uns tempos para cá, só tivemos notícias desagradáveis sobre o nosso Estado e que todo o País teve conhecimento ora em TVs ou em jornais de grande circulação. Recentemente tivemos a Operação I-Licitação, que culminou com a prisão de empresários e pessoas influentes da vida política paraibana. Agora vem a “Cascavel”, da PF, que mais uma vez destacou a Paraíba negativamente na chamada grande mídia. Já não bastavam os escândalos da prisão do Senador Cícero Lucena naquela Operação também da PF conhecida por “Confraria” e depois nas duas cassações do nosso Governador Cássio. Ufa, só pode ser mesmo “quizila” (alguém se lembra dessa expressão?) que jogaram contra a nossa honrada e amada Paraíba. De qualquer forma, saudemos Valdeno, mesmo que alguns não concordem em patrocinar eventos tidos para milionários em detrimento de tanta gente que busca patrocínio para realizar atividades culturais em nosso Estado e nada consegue. Tomara que só tenhamos notícias boas daqui por diante. Torço muito por isso!

A passeata
Na fila do supermercado, conversa de conhecido deputado da região de Boqueirão com amigo sobre a realização de uma passeata política que vai acontecer nesta semana em Campina Grande. “Pode ficar tranqüilo amigo, vamos trazer 15 ônibus de João Pessoa, lotados de gente para participar da passeata”.

Calados
A nossa imprensa tem um incrível poder de não dar continuidade a matérias que merecem aprofundamento nas investigações. Uma delas diz respeito aos envolvidos na chamada Operação Cascavel da Polícia Federal, que resultou na prisão de influentes pessoas da cidade, dentre elas, o diretor da 1ª Ciretran, Luiz Justino e da senhora Marta Melo, do Cartório de Galante, parente do Governador Cássio e do deputado Romero Rodrigues.

Ameaçado?
E por falar na Operação Cascavel, soou muito estranho aos ouvidos da população aquela história de ameaça de morte.

Mídia casada
Candidato a prefeito por Campina Grande, ao que parece, vem tendo tratamento vip por parte de emissora de TV da cidade. É muita coincidência suas inserções estarem sendo veiculadas coladinhas com conhecida mídia que anuncia Campina uma outra cidade.

Rota de colisão
Pelo que fui informado por diretor da CDL, o seu presidente, Bolinha, deixou a coordenação da campanha do candidato Rômulo Gouveia por conta de desentendimentos com Izinete Brazil, mulher da primeira linha do grupo Cunha Lima em muitas batalhas políticas. E olha que Bolinha queria ser candidato a prefeito e nem como vice foi emplacado.

Pobres de jó
Eita como é duro engolir essa história de jantar ou almoço de adesão para ajudar financeiramente candidatos a prefeito. Será que alguns políticos pensam que nesse mundo todos têm neurônios apenas para ver o tempo passar e nada mais?

A propaganda política
A mídia eletrônica dos candidatos a prefeito na TV tem sido marcada por embates diversos. Veneziano tem adotado a linha de não agredir ninguém, mostrando obras da sua administração. O candidato Rômulo Gouveia também tem apresentado propostas, mas privilegiado ataques a Veneziano. Sizenando prefere criticar o que chama de oligarquias Cunha Lima e Maranhista, enquanto Érico Feitosa tem mostrado o que considera erros da atual administração. Faz parte da ‘guerra’ para a conquista do poder – aqui, no Sul, no Sudeste ou em qualquer parte do mundo.

2 comentários:

João Paulo disse...

Você deveria ser mais imparcial, está perdendo credibilidade. Está ficando como a TV Correio, onde ninguém dá ouvidos. Você deve ter perdido a cadeira de ética da sua faculdade.

Anônimo disse...

De fato, Valdeno Brito ter ganho a corrida e agradecido a Cássio o apoio, foi fenomenal...
Pelo que vc. foi erradamente informado, Bolinha não deixou a coordenação da campanha como tbm. não brigou com Izinete...
Forçar a barra não ajuda seu prefeito...