quarta-feira, 10 de março de 2010

Vené X Ricardo - parte I

A partir desta coluna buscarei fazer um comparativo entre as administrações do prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo e a do prefeito de João Pessoa Ricardo Coutinho, sem querer de forma alguma questionar a capacidade administrativa destas duas novas lideranças da política paraibana.

Os dois estão no segundo mandato. Veneziano, do PMDB, foi eleito em 2004 após derrotar o grupo Cunha Lima em seu reduto eleitoral. Ricardo, do PSB, também quebrou uma hegemonia política que se arrastava há décadas na Capital, liderada por Cícero Lucena, do PSDB.

Senti-me na obrigação de fazer um paralelo entre as duas gestões após acompanhar atentamente algumas divulgações emanadas dos citados prefeitos. Constata-se claramente que Veneziano tem superado Ricardo em muitas ações, mesmo com a distância que separa o Orçamento das duas cidades. O Orçamento de Campina é de pouco mais de R$ 700 milhões, enquanto o da Capital, mais de R$ 1,2 bilhão.

Enquanto Campina Grande consegue arrecadar algo em torno de R$ 5 milhões com o IPTU e tendo ainda a vereadora Daniela Ribeiro incentivando parte da população a não pagar o imposto por pura birra política, em João Pessoa o quadro é confortável. O imposto lá na Capital das Acácias chega a R$ 50 milhões. Isso tudo mesmo – um céu de brigadeiro que certamente anima qualquer administrador a investir pelo bem comum de todos. Será? Veremos!

O último Jornal informativo de responsabilidade da Prefeitura de João Pessoa, nº 55, deste mês de Março, dá conta que no próximo dia 23 será lançado o Projeto Professor Plugado. Serão contemplados com notebooks 135 professores.

Em Campina Grande, mesmo com toda dificuldade, o prefeito Veneziano saiu bem na frente. Exatamente no dia 26 de outubro do ano passado, no SEC Centro, o prefeito entregou 136 computadores aos docentes, com expectativa de levar o notebook para todos nos próximos meses.

Outra área merece ser comparada no espaço de hoje. Trata-se da forma como as duas administrações tratam do comércio informal. Em João Pessoa, o prefeito Ricardo Coutinho tem sufocado os pequenos comerciantes cobrando taxas para a construção de espaços que serão ocupados por estes trabalhadores da informalidade.

Em Campina Grande, a gestão Veneziano tem tratado esse tema de forma diferenciada. Um exemplo claro disso é a nova Feira da Prata. No espaço que possui mais de 700 comerciantes, não foi cobrada nenhuma taxa. Da mesma forma no Centro Comercial erguido ao lado da Maternidade Municipal – o Isea.

Nas próximas colunas farei um detalhamento nas áreas de concurso público e de investimentos do PAC, bem como o tratamento das duas Prefeituras em relação a servidores comissionados, tema atual e que vem recebendo investidas do Ministério Público. Aguardem!

Zouraide homenageia Carlos Noujaim

Primeira mulher a assumir a CDL de Campina Grande e também no Nordeste, a empresária Zouraide Silveira, prestou uma justa homenagem ao empresário Carlos Noujaim Habib, que faleceu recentemente, no momento do sepultamento e fez publicar o texto que se segue abaixo e está publicado no site do ROTARY CLUB CAMPINA GRANDE. Acompanhem.

HOMENAGEM PÓSTUMA

Carlos Noujaim Habib Nacad El-Koury

* 02. 09. 1954

† 26. 02. 2010


O Cônsul José Noujaim Habib El-Khoury, oriundo de multimilenar país da Ásia Ocidental, na costa oriental do Mar Mediterrêneo, que faz fronteira com a Síria ao norte e a leste e, com Israel ao Sul, o Líbano, capital Beirute, porta do Oriente, aqui se radicou e constituiu uma nobre e fidalga família com sua consorte, a Consulesa Aída.

Da união nasceram, Joseph, Carlos, Mouna e Carmen. Carlos Noujaim Habib Nacad El-Khoury (que está à direita na foto com Zouraide e outros antigos diretores da CDL), nasceu aqui em nossa querida cidade de Campina Grande, a 02 de setembro de 1954 e desde tenra idade conviveu com as tradições e costumes orientais, tornando-se um homem bom, religiosamente cristão, caridoso, cavalheiro, um gentleman muito refinado no trato pessoal, diplomata, amicíssimo, companheiro, lider nato, participativo, pioneiro no movimento lojista, empresário com trânsito desenvolto, rotariano desde 1979.

Foi presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campina Grande, presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado da Paraíba, membro do Conselho da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas, Diretor da Associação Comercial e Empresarial de Campina Grande, Dirigente da Federação do Comércio de Auto Peças no estado da Paraíba, presidente do Rotary Club de Campina Grande, entre tantas atividades sociais e empresariais.

Ele era a cara da CDL e foi o mais autêntico representante do movimento lojista da Paraíba nas convenções nacionais. Desfilava com a bandeira da terra tabajara em todos os quadrantes do nosso país e o fazia com muito orgulho e satisfação. Era conhecidíssimo e tinha um relacionamento que extrapolava o normal, dado o seu carisma e misticismo.

Todas as autoridades dos níveis mais elevados passavam por sua residência, como se fosse uma embaixada oficial em nossa terra.

Nós tínhamos uma amizade desde a infância. Aos domingos, missa na Igreja do Carmo, logo cedo e ao meio-dia ouvíamos o programa “A voz do Líbano” patrocinado pela empresa Noujaim Habib, concessionária Ford. No colégio, na faculdade, no comércio, nos encontros sociais e empresariais, no Rotary com suas atividades de caráter humanitário, a sua presença era destaque, com um corpo gigante e sua voz suave e carinhosa, cheia de sensibilidade e brilho.

Foi pelas mãos dele que entrei na CDL e no Rotary Club de Campina Grande. Preciso agradecer-lhe pelo incentivo que me deu. Ele acreditou na minha competência e capacidade dentro do movimento lojista. Fui sua vice-presidente durante três mandados e o substituí por igual período. Uma grande amizade, sobretudo sincera e duradoura.

Não vou esquecer dos seus habituais e delicados gestos, sua voz pausada com palavras estudadas ditas com esmero, suas mãos com dedos cruzados lembrando sempre nosso inesquecível Cônsul.

Aqui nos encontramos, seus amigos lojistas e companheiros de Rotary. Não devíamos ter pecado. Fomos omissos. Devíamos ter-lhe prestado homenagem justa, sincera, de reconhecimento em vida. Não o fizemos. Agora estamo-nos despedindo de você, Carlos Noujaim, amigo, companheiro e colaborador, de agradabilíssima convivência. Às lágrimas não poderão ser contidas, mas ficam as flores, nosso carinho, as mãos postas em nossos olhos, um abraço dolorido e vago.

Parafraseando Luiz de Camões, “Alma nossa gentil que te partiste, tão cedo desta vida...” Adeus amigo.

Muito obrigada.

Zouraide Silveira.

ROTARY CLUB CAMPINA GRANDE
O mais antigo clube de Rotary da cidade de Campina Grande, Paraíba, Brasil - Club 7858 - Distrito 4500 Fundado em 20 de setembro de 1935

2 comentários:

pedrofreirefilho disse...

Recurso Eleitoral 1689/09.
A Paraíba deve ficar atenta para a decisão do TRE na próxima segunda (15) sobre a cassação do Dr. Elsinho (DEM), pois já existe comentário em Areia de que vem mais uma PIZZA da Justiça brasileira. O prefeito está comemorando antecipadamente... Por que será?

Simone Nascimento disse...

me da uma agonia em lê tanta babação. Caro Jusue é babação D +.