sábado, 1 de março de 2008

Kennedy Sales e o Padre Zé Vanildo na "Fogueira" da Igreja

Execração pública
Um absurdo o que fez a Rádio Caturité com o jornalista Kennedy Sales e com o padre José Vanildo, ex-superintendente da emissora e atual Secretário de Assistência Social do Governo Veneziano. O Assessor Jurídico da rádio que pertence à Igreja Católica, mandou afixar carta no quadro de avisos da empresa (na foto ao lado), tachando Kennedy de "laranja" de uma agência de publicidade, o padre de sacerdote político, além de mencionar que o jornalista tem sete meses de atraso no pagamento de uma dívida com a emissora.

Execração pública II
Kennedy, que apresentava programa na rádio há mais de um ano, ficou chocado com a informação de que a tal carta estava afixada num local em que todos têm acesso na rádio Caturité. Vergonhosa a atitude da emissora, já que se trata de uma questão que interessa apenas a ambas as partes. Ficou claro que há interesse de se atingir uma outra esfera.

Muita festa
Disseram-me que a saída de Kennedy da Caturité foi motivo de festa para muitos. Teve até um radialista, garante-me fonte segura, que fez questão de ficar atendendo as ligações telefônicas das pessoas que buscavam explicações da retirada do programa Canal Aberto, apresentado por Kennedy diariamente das 9 às 11h. O tal radialista, que atende pelo apelido de estrangeiro, garante a fonte, fazia questão de execrar o nome do prefeito Veneziano Vital, chamando-o de caloteiro, como se a suposta dívida do programa fosse de competência do prefeito.

Longe de ladrão
Conhecido radialista campinense, que costuma passar boa parte da manhã conversando com amigos no Calçadão da Cardoso Vieira, não quer nem ouvir falar em um outro radialista que lhe teria "passado a perna" num contrato de trabalho. Quando um amigo fala o seu nome, o radialista sempre diz: "de ladrão eu quero distância". E ele não faz reserva do nome do rapaz, mas prefiro omiti-lo. Uma pista: o profissional é muito conhecido de todos nós. É briga para 100 anos.

Frase de Lula
A frase do presidente Lula, emitida no Encontro de Governadores, que “A velha oligarquia foi varrida da política do Nordeste”, merece correção. Alguns coronéis estão para ser extintos. Falta bem pouco companheiro Lula.

7 comentários:

Anônimo disse...

só falta dizer que foi os cunha lima que afixaram tal documento.

meu irmão, entregue a tua vida ao SENHOR e vá em paz.

Eu queria entender tanto ódio.
Só podem ter feito muito mal a esse "jornalista" Josué Cardoso.

Mesmo assim, não importa o que tenham feito, você tem que perdoar, é principio bíblico.

Anônimo disse...

Todos sabem que o deputado Artur Cunha Lima foi ao bispo pedir a "cabeça" de Kennedy. E vc vem usar a palavra de Deus em vão para atacar Jopsué} tenha paciência amigo... Ana Brígida - Campina Grande

Anônimo disse...

Já não era sem tempo, todos sabem, que o prefeito não paga a ninguem, esse programa era pago pela prefeitura via Kenedy Sales, não pagou saiu do ar, assim como a prefeitura não tem pago o aluguel do Predio do Gabinete do Prefeito!
Agora vai se iniciar uma caça as bruxas, digo, aos Padres e a Diocese.
Acho que daqui prá frente será uma "ladeira de graxa"...

Anônimo disse...

Ana Frígida, Artur Cunha Lima não tem poder para tal, na verdade, a Assessoria de Veneziano está idolatrando demais o Prefeito e o Ministério Público está de olho, além do mais o Prefeito, (via Kenedy Sales não pagou o programa),
não poderia dar outra coisa...
Josué, Ana Frígida, é que usa o nome Bíblico em vão...

pedrofreirefilho disse...

Se está devendo é pagar. Agora, a rádio não podia fazer o que fez...

Anônimo disse...

Vai lá e paga Pedro Freire, vc. que é entusiasta do Prefeito!
rsrsrsrs

Anônimo disse...

Essa conta é invenção do Sérgio Almeida. Quando o pessoal passa por ele lá na Câmara segura os bolsos. Por que...