segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Ex-Vereador que era ligado a Cássio será candidato a vereador pelo PT do B

O ex-vereador Lula Cabral, que já pertenceu ao ninho tucano, será candidato a vereador pelo PT do B nas próximas eleições. Lula ocupa atualmente a coordenação de Meio Ambiente da Prefeitura de Campina Grande.

O coordenador tem uma vasta bagagem de experiências nas áreas administrativa e política. Lula Cabral (na foto com Veneziano) foi vereador pelo PSDB no período legislativo de 92 a 96 e terceiro suplente na eleição de 2006.

O ex-vereador também já foi secretário municipal de Agricultura, mas agora terá o desafio de continuar o seu trabalho em prol da comunidade no desenvolvimento de ações no campo do Meio Ambiente.

O prefeito Veneziano Vital disse que a vinda de Lula Cabral representava um ganho importante na área técnica, considerando a sua experiência nas Pastas de Agricultura e Meio Ambiente. “Campina Grande só tem a ganhar com esse reforço e o meio ambiente terá um aliado importante na luta por sua conservação e reestruturação”, afirmou Veneziano.

Rômulo sem rumo
O deputado federal Rômulo Gouveia está mesmo mais perdido que cachorro em comício. Por não ter o que atacar o prefeito Veneziano, criticou suposto atraso nos salários dos servidores municipais. Daqui a pouco vai reclamar também de lixo jogado em terreno baldio ou coisas pequenas bem parecidas. É muito pouco para um parlamentar que sonha em ser prefeito de Campina.

Conselho Político se reúne e já conta com 170 pré-candidatos a vereador

O Conselho Político destinado a articular a campanha de reeleição do prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo, esteve reunido na manhã desta sexta-feira, 18, no Hotel do Vale. O órgão é coordenador pelo professor Hermano Nepomuceno, que, ao final do encontrou, anunciou a existência de 170 pré-candidatos a vereador por nove partidos da base governamental.

Segundo ele, a reunião contou a participação de 170 lideranças, pré-candidatos a vereador, conselheiros, pré-candidatos, vice-prefeito José Luiz Júnior, vereadores (Marcos Pimentel, Perón Japiassú e Antônio Pimentel) e militantes filiados aos seguintes partidos: PC do B, PMDB, PT, PRB, PSC, PT do B, PSL, PSB e PSDC. Também esteve presente o deputado federal Vital do Rêgo Filho e outras lideranças peemedebistas.

Na avaliação de Hermano, o encontro foi bastante produtivo, pois além do temas políticos, aconteceu a apresentação de painéis com as diretrizes do Governo Veneziano Vital, tendo sido expositor o economista Geraldo Júnior.

Na condição de liderança do PMDB, Veneziano Vital se dirigiu as participantes da reunião para relatar suas ações administrativas em favor de Campina Grande e pedir o empenho de todos no sentido de que, em todas as áreas da cidade, divulgem o trabalho até aqui feito em prol do desenvolvimento local.

Também aconteceu a divulgação do calendário de reuniões do Conselho Político, as quais serão realizadas no mês de fevereiro, respectivamente nos dias 8, às 15h, com a presença do PC do B, PMDB e PT; dia 12, às 15h, com PRB, PSC, PT do B e, finalmente, no dia 15, às 15h, com as legendas PSL, PSB e PSDC. Já a reunião ordinária do Conselho Político acontecerá no dia 19 de fevereiro, às 15h.

pobre jornalismo
É decepcionante o jornalismo praticado por alguns assessores do Governador Cássio. Um deles, Geovaldo de Carvalho (foto), tem sido o maior exemplo do desespero de quem vive o ocaso do seu chefe. Chegou ao absurso de culpar a Prefeitura Municipal pela morte de um italiano na cidade, atropelado às margens do Açude Velho. Isso nunca foi jornalismo. Nem de longe. É pura perseguição, movido pela inveja que o jornalista tem do prefeito Veneziano.

Líder sem liderança
Juro que fiquei sem entender a entrevista do Governador Cássio, concedida nesta segunda-feira, dia 21. Disse, entre outras coisas, que não tinha como controlar a língua do deputado Armando Abílio, que deliberou pelo apoio do PTB à reeleição do prefeito Ricardo Coutinho, em João Pessoa. E disse mais, que não havia liberado os seus correligionários a fecharem acordos com partidos em todo o Estado.

3 comentários:

pedrofreirefilho disse...

A máscara vai cair. Ninguém perde por esperar...

Marcell disse...

Caro "jornalista" é impressionante como voçê consegue transformar fatos insignificantes em verdadeiras manchetes. Essa do Sr. Lula Cabral foi demais, isso era novidade para quem? Agora vá lá na Sec. do Meio Ambiente e veja a situação na qual a mesma se encontra,me fala quantos fiscais existem na mesma.
Assim é muito bom é só passar para o lado do prefeito quem se ganha uma Secretaria.No mais um abraço.

Anônimo disse...

Covenhamos meu caro Reporter, a morte desse cidadão em frente a Casa da Cidadania se deve sim ao Prefeito, pois o mesmo não colocou sinal ou sinalização para pedestres nas imediações do referido orgão.
Vc. não acha que ao invés de ficar tripudiando os outros ou só ficar defedendo o Prefeito, não seria de bom grado sugerir ao mesmo(Prefeito) uma solução para o transito na área, afinal, quem por ali passa, são Cidadões de Campina Grande, na qual o Prefeito é Veneziano...!!!!????